INSTALAÇÕES

MODERNAS

Equipamentos de última geração

Infraestrutura física equipada com modernas tecnologias. Tudo para garantir o seu conforto e comodidade.

ATENDIMENTO

DE EXCELÊNCIA

Prêmios de satisfação de atendimento

Uma equipe que gosta de trabalhar unida para conquistar o reconhecimento e a confiança de todos.

EQUIPE

ESPECIALIZADA

Anos de experiência

Nossos profissionais possuem excelente capacitação técnica, buscando ser uma clínica segura e eficiente.

O QUE É

A punção lombar é um procedimento que tem por objetivo a coleta de uma amostra do líquido que banha o cérebro e a medula espinhal (líquido cefalorraquidiano), por meio da inserção de uma agulha entre duas vértebras da região lombar até atingir o espaço subaracnóideo, que é um espaço entre camadas que revestem a medula espinhal, por onde o líquido passa.

PARA QUE SERVE

A punção lombar tem várias indicações, que incluem:

  • Análise laboratorial do líquido cefalorraquidiano, para identificar e avaliar doenças do sistema nervoso central e periférico;
  • Medição da pressão do líquido cefalorraquidiano (manometria);
  • TAP-test para avaliação cognitiva e de marcha em pacientes com suspeita de hidrocefalia de pressão normal;
  • Injeção de medicamentos como antibióticos e quimioterápicos (quimioterapia intratecal).

A análise laboratorial destina-se à detecção da existência de alterações do sistema nervoso central, como as infecções bacterianas, virais ou fúngicas como meningite, encefalite ou sífilis, por exemplo, identificar um sangramento, câncer ou o diagnóstico de certas condições inflamatórias ou degenerativas do sistema nervoso, como esclerose múltipla, doença de Alzheimer ou síndrome de Guillain-Barré.

PERGUNTAS FREQUENTES

Antes do procedimento, não é exigido nenhum preparo especial, a não ser que haja algum problema de coagulação ou o uso de algum medicamento que interfira com a técnica, como é o caso dos anticoagulantes. A pessoa pode colocar-se em uma das duas posições, ou deitado de lado com os joelhos e a cabeça junto ao peito, chamada de posição fetal, ou sentado com a cabeça e a coluna fletidas para a frente e com os braços cruzados. Em seguida, o médico aplica uma solução antisséptica na região lombar e procura o espaço entre as vértebras L3 e L4 ou L4 e L5, podendo injetar neste local um medicamento anestésico. Depois é inserida lentamente e entre as vértebras uma fina agulha, até atingir o espaço subaracnoideo, de onde o líquido irá escorrer e pingar através da agulha, sendo recolhido num tubo de ensaio esterilizado. Por fim, a agulha é retirada e é aplicado um curativo no local da picada. Este procedimento dura geralmente alguns minutos, no entanto o médico pode não conseguir obter a amostra do líquido cefalorraquidiano logo quando insere a agulha, podendo ser necessário desviar a direção da agulha ou fazer novamente a picada em outra região. Pacientes com deformidades na coluna, como escoliose, ou com antecedente de cirurgia espinhal podem ter coletas com maior dificuldade técnica.

A punção lombar é contra-indicada na presença de hipertensão intracraniana, como a causada por uma massa cerebral, devido ao risco de haver deslocamento do cérebro e herniação. Também não deve ser feita em pessoas que tenham infecção na pele que irá ser puncionada ou que tenham um abscesso cerebral. Além disso, deve-se sempre informar o medico acerca da medicação que estejam a tomar, especialmente se a pessoa toma anticoagulantes como a varfarina ou o clopidogrel, devido ao risco de sangramento.

As amostras de fluido cefalorraquidiano são enviadas para o laboratório para análise de vários parâmetros como a aparência, que é geralmente transparente e incolor. Caso apresente uma coloração amarelada ou rosa ou com um aspecto turvo, pode indicar infecção, assim como a presença de micro-organismos como bactérias, vírus ou fungos.

Além disso também são avaliadas as proteínas totais e quantidade de glóbulos brancos, que se forem elevados podem indicar infecção ou alguma condição inflamatória, a glicose, que se estiver baixa pode ser sinal de infecção ou de outras doenças, assim como a presença de células anormais pode indicar certos tipos de câncer.

icon email mobile
icon mobile telefone
icon whatsapp mobile